Pulserinha para localizar os filhos: boa ideia ou exagero total?

Voc? tem medo de perder seu filho por a?? Eu morro de medo! Ent?o, eu fico de olho bem aberto cada vez que surge uma novidade pra dificultar que isso aconte?a.

A ?ltima que chegou ao mercado foi uma esp?cie de pulseira chamada Kizon.

Por meio de GPS e de sinal de wi-fi, ela permite que os pais saibam onde os filhos est?o, recebendo informa??es no celular ou no tablet.

H? ainda um ?nico bot?o, em que os pais e as crian?as podem se comunicar, numa esp?cie de walkie-talkie de pulso.

Pelo que li, o alvo da empresa que fabrica a Kizon s?o justamente pais de crian?as relativamente pequenas, que ainda n?o teriam idade para ter um celular.

Pegando por esse aspecto, eu achei uma ?tima novidade e, dependendo do pre?o, poderia at? pensar em comprar uma pro Theo e pra Liz.

Gosto da ideia de as crian?as terem um modo para se comunicar com os pais, mas n?o gosto da ideia de elas terem um celular, porque sei que seus olhinhos tenderiam sempre a ficar na tela do telefone, olhando fixo para um joguinho qualquer.

Por isso, acho essa ideia da pulseira v?lida. Poderia incentivar o Theo a ter um pouco mais de independ?ncia, por exemplo, ao andar pela pra?a toda mais livremente.

Mas me pego pensando tamb?m se, dependendo da idade da crian?a, n?o ? querer controlar demais a vida dela. E essa sensa??o de falsa liberdade, acredito eu, pode minar a confian?a deles.

De qualquer jeito, a pulseira j? foi lan?ada na Coreia do Sul e chega aos mercados europeus daqui a um m?s. No Brasil, ainda n?o h? previs?o.

Assim, a gente ganha um tempinho pra pensar: ideia ?til ou pura paranoia? O que voc? acha?


Fotos: Divulga??o LG

Posts relacionados

Tagged:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *